24Hallyu

A expansão coreana tem nome e chama-se hallyu

Parte da economia da Coreia do Sul é, hoje, uma grata resposta ao sucesso de seus diversos produtos: os k-dramas, a música e até seus cosméticos. E esse sucesso tem um nome já conhecido entre os fãs da subcultura: chama-se hallyu! Saiba mais sobre ela, a seguir.

Tópicos da matéria:

O que é hallyu ou onda coreana

Significado do termo hallyu

Meu Bias

O termo “hallyu” (em coreano: 한류), surgiu pela primeira vez na mídia chinesa para se referir à expansão da cultura popular sul-coreana, isso a partir dos anos 90. Na língua de origem, portanto, a palavra tinha a tradução para “fluxo da Coreia” (em mandarim: 韓流), e falava sobre os dramas televisivos e a música que se expandia como um fenômeno.

Em português também podemos chamar a hallyu de “onda coreana”, que hoje engloba os mais diversos assuntos, como:

  • K-pop, a música pop coreana;
  • K-dramas, as séries e também os filmes do país;
  • K-fashion, seu estilo de roupas e acessórios;
  • K-beauty, seus produtos de skincare e maquiagens;
  • K-food, as comidas coreanas se popularizando no mundo todo.

Citamos ainda, como exemplo, a parceria entre a Coca-Cola e a JYP Entertainment de 2024, que juntou alguns de seus artistas e um sabor frutado e delicioso! A latinha foi um lançamento limitado, mas a paixão pela Coreia e suas produções realmente veio para ficar.

As maiores influências da hallyu

Cada década tem proporcionado uma experiência diferente e, sendo assim, novos influenciadores movimentam o mercado. Com sua expansão quebrando barreiras, a Coreia do Sul é hoje uma das maiores fontes de entretenimento globalmente falando graças aos seus produtos físicos e digitais.

Década de 2000

Aqui houve sua expansão inicial, especialmente nos demais países da Ásia, com sua forma de produzir séries e espetáculos musicais. Já naquela época os artistas enchiam arquibancadas de estádios reunindo mais de 300 mil fãs (4ª turnê do TVXQ!, em 2019, chamada “The Secret Code”).

Década de 2010

Não podemos não citar dois diferentes fenômenos da década, que levantaram os holofotes à bandeira sul-coreana de diferentes formas. O primeiro é o solista PSY, que em 2012 bateu o então recorde inusitado do YouTube de visualizações em seu MV “Gangnam Style”, e colocou seu país de origem na boca de todo o mundo.

E, é claro, o BTS também tem uma indiscutível participação no crescimento da hallyu pelo mundo, levando sua música, mensagem e estilo de vida para quem mais se interessar.

Década de 2020

Com mais investimento para o cenário dos k-dramas, e sua difusão por plataformas de streaming, a onda coreana cresceu! Além disso, vários grupos de kpop já fazem sua estreia com grandes marcas estampando suas roupas, e parcerias com poucos meses de trabalho, como exemplo a do NewJeans e As Meninas Superpoderosas.

Por fim, se quiser saber mais sobre a história de uma parte importante da música coreana, leia sobre a origem do kpop e descubra seus primeiros artistas e fandoms.

Bru
Bru

Designer de marcas e produtora de conteúdo. Apaixonada por cores, jogos e, é claro, pelo kpop. Meu grupo preferido é o SHINee e meu bias utt é o Taemin.